Como importar roupas do Peru

bandeira-do-peru-1

Muitas pessoas que importam roupas da China já observaram que várias etiquetas das roupas adquiridas da China vêm com um “made en Peru”. E começam a se perguntar o porquê disso.

Quer aprender tudo sobre a importação de roupas da China e se tornar um empreendedor? Então clique aqui e aprenda tudo o que precisa.

Essa estranheza quanto a questão das roupas é comum e tem motivos. Muitas das fábricas, até mesmo de grifes famosas, como Abercrombie & Fitch, Lacoste, Tommy Hilfiger ficam no Peru. Então, muitas pessoas, com o objetivo de comprar roupas de marca com preço de fábrica, preferem importar roupas do Peru.

Essa é uma prática pouco comum, pois a venda de roupas diretamente das fábricas peruanas surgiu no começo de 2013 e, por enquanto, há uma certa dificuldade de se encontrar sites que importem explicando detalhadamente, o que leva a maioria dos empreendedores a importar roupas da China, que é um processo mais simples do que se imagina.

Dicas para importar roupas do Peru

O processo de importação de roupas do Peru é bem mais simples do que parece. E não é necessário ter uma empresa para fazer isso. Qualquer pessoa física tem condições de importar roupas do Peru. E, como pessoa física, é possível importar até U$ 3000,00 em roupas.

O primeiro passo para importar roupas do Peru, é pesquisar um bom fornecedor. Depois de encontrar um, é só entrar em contato via email, MSN ou pelo Skype (esse contato normalmente é feito em espanhol). No primeiro contato, você descobre o valor do frete, o tempo que as roupas levam para chegar ao Brasil e o preço das roupas de marca pelas quais se interessou. Ao fazer o contato com o fornecedor, você deve tirar todas as suas dúvidas.

Caso você não tenha a menor intimidade com o Espanhol, use o Google Translation. Assim, você evita problemas de comunicação com o seu fornecedor e ainda recebe os catálogos de roupas para escolher os seus modelos preferidos.

O segundo passo é o que dá mais trabalho: justamente escolher as roupas, os modelos e as cores, especialmente se o seu objetivo é o de revender as peças. Por mais interessante que isso pareça em um primeiro momento, pode ser uma tarefa um tanto cansativa, por que no catálogo tem diversos tipos de roupas, modelos e tamanhos.

Depois de escolher as roupas e as suas marcas prediletas, é a hora de efetuar o pagamento, que normalmente é realizado via Paypal ou Western Union (transferência de dinheiro internacional). Lembrando que todos os valores vão ser pagos sempre em dólares, inclusive o preço do frete. E, independentemente da forma de pagamento escolhida, a conversão em dólares é feita de forma automática.

Quer aprender tudo sobre a importação de roupas? Então conheça todos os detalhes agora mesmo aqui.